Este blog tem o objetivo de pregar o verdadeiro evangelho, através da divulgação de material selecionado da internet, de verdadeiros servos do Senhor, homens dos quais o mundo não era digno, muitos dos quais infelizmente foram esquecidos na Igreja atual, que tem sofrido com o ensino de um evangelho humanista. São mensagens consistentes, alimento sólido, que nos guiam para uma vida de profunda comunhão com Deus e nos ensinam a focar na única razão da nossa existência: Jesus Cristo. Também tem o objetivo de divulgar as diversas formas de perseguição das quais os cristãos têm sido vítimas em todo o mundo.
Sola gratia, sola fide, solus Christus, sola scriptura, soli Deo Gloria.

Pesquisar neste blog

Carregando...

3 de nov de 2016

Quando Ele salvou a minha Alma! - João Carlos Amorim

Toda vez que olhar no espelho eu lembrarei, sim, me lembrarei do que Ele fez por mim.

Toda vez que pensar na morte eu lembrarei, sim, me lembrarei de onde Ele me tirou.

Toda vez que refletir sobre a vida eu lembrarei, sim, me lembrarei que Ele deu Sua vida em meu lugar.

Sempre que meditar sobre a Vida Eterna me lembrarei, que um alto preço foi pago para que eu a pudesse ter.

25 de out de 2016

Igreja Batista é atacada por muçulmanos e mata pelo menos 40 cristãos, na Nigéria


Fonte: JMnotícia

Pelo menos 40 pessoas foram mortas, após um massacre brutal a uma comunidade cristã Batista na
Nigéria.

Homens armados (provavelmente membros de tribos Fulani) invadiram Godogodo no estado de Kaduna, Nigéria – um assentamento predominantemente cristão – no último sábado (15). O incidente ocorreu após assassinatos anteriores na mesma aldeia.

Além dos mortos e feridos neste ataque recente, centenas de pessoas foram expulsas de suas casas e igrejas também foram destruídas.

Moradores da aldeia disseram que o massacre aconteceu pouco depois de alguns jornalistas terem passado por lá para fazer uma matéria sobre um ataque com facões que havia matado oito pessoas no final de setembro, segundo relatórios da agência cristã ‘Morning Star News’.

17 de out de 2016

Deus não está morto - Vince Vitale

Os debates atuais sobre a existência de Deus no meio acadêmico, em especial na filosofia.

 

12 de set de 2016

Casamento misto: vai acabar em pizza? - Emilio Garofalo Neto


Uma das áreas em que o povo de Deus mais ignora o ensino bíblico é no casamento, e isso aparece de diversas formas. Qualquer pastor experiente poderá te afirmar que enorme parte dos aconselhamentos que ele tem de fazer diz respeito a questões de casamento: infidelidade, insubmissão, falta de perdão entre os cônjuges, filhos e escolhas, maridos que não lideram suas famílias e assim vai.


Mas há, é claro, problemas que dizem respeito ao que se passa antes do casamento, e um desses é a escolha do cônjuge. O povo de Deus é terrivelmente mal-informado acerca do que se deve procurar num cônjuge. Na minha ainda pequena experiência, tenho visto que mulheres muitas vezes se satisfazem com o mero combo casamento feliz: “ele não me bate, não me impede de ir à igreja e não leva jeito de que vai me trair”. Isso é se satisfazer com muito pouco. O ideal bíblico para um homem é alguém que esteja na trajetória de se assemelhar cada vez mais a Cristo em amar sua mulher como Cristo ama a igreja. Isso envolve, liderar, servir amorosamente, lutar por sua santificação, amar sacrificialmente, prover e se gastar profundamente em prol dela. Ser Cristo em casa. Meramente não trair está dentro da capacidade de qualquer tonto ali na esquina. Um descrente, por não ser redimido por Cristo, nunca será capaz de se assemelhar a Cristo no cuidado por sua mulher. Pode, no máximo, ser um bom marido de acordo com os padrões desse mundo caído. E, tristemente, é cada vez mais comum ver crentes optando por se casarem com descrentes. Esse é o ponto principal deste artigo. Será que casamento com descrente vai acabar em pizza?

18 de jul de 2016

Todo cristão deveria ler Isso! - João Carlos

"BUSCAR AO Senhor até encontrá-lo, esse é o maior desafio da vida cristã."
Muitos cristãos não importam se levam uma vida medíocre e sem resultados, não oram, não estudam, não se esforçam para alcançar uma vida cheia do Espírito Santo.

Esses cristãos são muitas das vezes pessoas piedosas e que realmente se converteram, mas pararam no tempo e não se esforçaram por alcançar algo maior em Cristo.

Tudo fica muito superficial, cultos superficiais, reuniões ministeriais superficiais, grupos de comunhão superficiais, não vemos uma busca com a única vontade e ardente desejo de ver a plena manifestação do Espírito Santo.

Os cristãos vão aos cultos como vão ao teatro, ou ao cinema, ou a show do artista do momento, esperam se divertir, no caso dos cultos esperam se sentir bem neles e voltar pra casa com uma sensação boa de ter ido a igreja, mas não se sentem angustiados por não terem sentido a poderosa presença de Deus.

9 de mai de 2016

A onipresença política de Deus - Guilherme de Carvalho

Áudio de um excelente estudo sobre a posição do cristão na política. Vale a pena ouvir! Por Guilherme de Carvalho

21 de mar de 2016

70.000 cristãos estão em campos de concentração na Coreia do Norte

70.000 cristãos estão em campos de concentração na Coreia do Norte
Os crentes são considerados "ameaça à segurança nacional"
por Jarbas Aragão

Quando Kim Jong Un sucedeu seu pai, Kim Jong Il, a comunidade internacional esperava que a Coreia do Norte diminuísse ou eliminasse de vez uma série de restrições para os cidadãos do país. A posse de Kim Jong II como ditador foi marcada por intensa perseguição e execuções dos cristãos e quando Kim Jong Un assumiu, o mesmo não se repetiu, passando uma mensagem de esperança de um futuro de tolerância no país.

De fato, proibições sobre alimentos ocidentais, como pizza e batatas fritas, e as restrições ao uso de telefones celulares, por exemplo, chegaram ao fim, explica Ryan Morgan, analista do International Christian Concern.

“O novo governante foi mostrado na televisão estatal, sorrindo estranhamente e visitando um parque de diversões”, disse Morgan.

No entanto, os habitantes dessa nação comunista isolada não possuem nenhuma evidência de qualquer melhoria na condição da igreja perseguida. “Não ouvimos qualquer relato de melhora para os cristãos no país e não temos motivos para acreditar que alguma coisa mudou”, revela.